27 de dezembro de 2010

Descobrindo Amor: Parte 18

Carol ONN


Passei a aula meio atordoada, a presença de fernanda ali nao me deixava bem.Assim que acabou a aula, eu literalmente sai correndo dali e fui pro estacionamento pra perto do meu carro,deixei ate a Julia pra traz. Era mais seguro esperar pela sabrina lá.Fiquei andando de um lado pro outro e nada dela chegar, ate que sinto alguem tapar meus olhos com as maos.Pensei ser sabrina, ela vivia fazendo isso, mais qdo tiro as maos dos meus olhos e me viro na direçao da pessoa, era fernanda, sorrindo como triunfante olhando pra mim


-O que voce ta fazendo aqui garota?


Fernanda: eu nao te disse que ia voltar amorzinho? voltei só pra voce




Ela veio chegando mais perto de mim e me prensou no carro...mais eu a empurrei


Fernanda: estúpida!


- Estúpida? depois do que voce me fez ainda queria algum tipo de afeto meu?


Fernanda: nao adianta esconder carol, eu sei que voce me ama


- Nunca! Depois que voce sumiu da minha vida tudo foi melhor.E agora eu conheci o amor da minha vida, a pessoa que eu sei que pode me fazer feliz, e nao vai ser voce que vai atrapalhar.


Fernanda: kkk e quem seria essa pessoa?


xxx: sou eu mesma, muito prazer , Sabrina Stadtler!


 Ai meu deus, achei que meu amor nao ia mais chegar...ée, ela chegou mesmo, la bem na hora.Elas ficaram se encarando por um tempo


Fernanda: entao essa é tua namoradinha?


Sabrina: sou eu mesma, algum problema?


Fernanda: e voce espera ser feliz com a carol? kkkkkk faça me rir


Sabrina: e posso saber qual a graça?


Fernanda: voces NUNCA vao ficar juntas


Sabrina: kkkk agora eu que te digo, faça me rir. e posso saber porque nos nunca vamos ficar juntas?


Fernanda: porque a carol vai ser minha, eu sei que ela nunca me esqueceu, eu sei que ela me ama, eu sei que ela ainda vai voltar pra mim, eu sei que é em mim que ela pensa quando voces tao fazendo amor...


Nunca vi a Sabrina carregando tanto odio no olhar, ela virou a mao na Fernanda e lhe deu um tapa bem dado. Foi tao forte que ela caiu  no chao. Quando ela se levantou e ia pra cima da Sabrina, eu me coloquei na frente e segurei a mao dela impedindo o tapa


- Olha aqui garota, se eu fosse voce, sumia daqui.Voce pode fazer o que for comigo, mais se encostar um so dos seus dedos nela, eu te mato!




Eu a empurrei de novo e ela caiu no chao. Mandei sabrina entrar no carro e entrei tambem, nao esperei nem nossos amigos pra me despedir....se aquela menina me deixou estressada daquele jeito imagino a Sabrina como deve estar. Passamos pelo colegio da Mary e ela pediu pra deixa a Bia almoçar la em casa. Nao achava que o clima tava ideal pra isso mais as meninas nao tinham culpa de nada.Assim que chegamos em casa sabrina foi direto pro quarto sem falar nada, as meninas perceberam que o clima nao tava muito bom e foram pro quarto da Mary.Como ja tava mais tarde, eu fui direto pra cozinha preparar alguma coisa, agente nao podia morrer de fome.
Terminei o almoço e arrumei a mesa.Subi aos quartos e mandei as meninas descerem depois entrei no meu quarto, ela estava sentada na cama com a cabeça entre as pernas. Me sentei do lado dela , e ela olhou pra mim


- o almoço ja esta pronto


sabrina: nao to com fome


- por favor, nao fique assim por causa daquela garota


sabrina: e voce ouviu tudo o que ela falou? voce acha pouco?


- e voce acreditou nela?


sabrina:  ....


- caramba, confia em mim - coloquei minha mao no rosto dela e a olhei bem nos olhos - eu te amo, poe isso na sua cabeça. Nada nem ninguem pode mudar isso. Essa garota so quer infernizar nosso namoro, e se agente brigar toda vez que ela aparecer, ela vai acabar conseguindo o que quer.


sabrina: ....


- voce vai descer pra almoçar?


sabrina: ... to sem fome


- otimo!


Me levantei ja com raiva e desci, peguei a chave do carro e sai, nem mesmo avisei as meninas. Dei umas voltas de carro sem saber pra onde ir, eu precisava relaxar....e nada melhor do que o mar, aa o mar, e tao maravilhoso.Havia um cantinho da praia que eu sempre gostava de ficar, era mais vasio, principalmente a tarde.Tinha umas pedras e quando a noite ia caindo a mare ia subindo, lá era um lugar tao lindo e perfeito.Parei o carro em um lugar qualquer e desci.Tirei meus sapatos e deixei no carro, dobrei minha calsa e fui caminhando na areia, na beira do mar olhando pro nada. Era cedo ainda, devia ser mais de uma hora da tarde. Cheguei ate o lugar das pedras e me sentei lá. era tao bom sentir aquele clima.Fiquei la por muito tempo, ate que senti fome.Fui ate o carro e quando olhei no celular tinham 5 chamadas nao atendidas do numero da minha casa. Decidi nao retornar, precisava de um tempo pra mim.
Olhei as horas e ja eram quatro da tarde...agora entendi porque ta todo mundo me ligando, ja to a mais de duas horas fora de casa sem dar noticia.
Peguei o dinheiro e fui ate um quiosque qualquer, comprei umas batatas fritas e um refrigerante.Me sentei em uma mesa e comi aquilo pensando em hoje...porque a fernanda tinha que aparecer? sera que ela ta marcada pra estragar a minha vida?  Depois que terminei de comer, sentei no banco do carona do meu carro e coloquei uma musica qualquer. Era dia de semana, quase cinco da tarde, a praia começava a ficar vazia e o sol ja começava a se por. Uma paisagem linda, e as pessoas indo embora. Acho que tava na hora de ir embora tambem...mais nao sem antes dar um mergulho. Tirei apenas minha blusa e corri em direçao ao mar, mergulhei como quem nao quisesse mais voltar. Era tao bom estar ali. Nao me demorei muito, pois começaram a cair uns pingos de chuva. Entrei no meu carro toda molhada mesmo, depois era so mandar ele pro lava jato que eles davam um jeitinho pra mim.
Assim que cheguei em casa e abri a porta as tres vieram desesperadas saber o que aconteceu...


- relaxa gente, eu so tava dando uma volta na praia, pra esfriar os animos


sabrina: voce quer matar agente do coraçao?


- desculpa


sabrina: ...agente tem que conversar ne


- eu vou tomar um banho depois agente conversa


Fui pro quarto tomar meu banho.Ela ficou la na sala e Mary foi levar a Bia em casa. Tomei meu banho sem preocupaçoes, quando sai de la, Sabrina ja estava sentada na cama me esperando.


- entao?


sabrina: voce tem razao


- sobre o que?


sabrina: sobre tudo. se toda vez que essa menina fizer algo, agente brigar, ela vai acabar conseguindo o que ela quer!


- eu so quero que voce confie em mim, voce confia?


sabrina: muito meu amor


- eu te amo




Beijei-a com muito carinho, amor. Um beijo que foi ficando quente, e so senti ela me puxando pela blusa pra cima dela.Nos beijavamos com vontade uma da outra, um desejo que ardia em nossos corpos. Nos despimos e nos amamos a noite inteira, como a muito tempo agente nao vazia.
Cada vez com ela era especial, nao era so mais uma transa, era unica, como se fosse a primeira..nao era só sexo, nao era so prazer, era tambem amor, muito amor, o que faz toda a diferença....




--------------------------------------------------------------------------------------------------------

Um comentário:

Sabrina disse...

karambaaa ameiiiii, poste logo amoor vicii anciosaaa ameii o final :T

[bjonabocacoladodelingua]lala'